BOLSA FAMÍLIA 2016: REGRAS

O programa Bolsa Família, criada pelo governo Lula em 2003, já beneficiou milhares de brasileiros de baixa renda. Se você quiser participar do Bolsa Família 2016, precisa saber quais são as regras do programa. Na postagem de hoje, vamos explicar e descrever tudo o que você precisa saber para se tornar um dos beneficiados do Bolsa Família 2016 e melhorar suas condições de vida.

O principal objetivo do Bolsa Família 2016 é minimizar a situação de pobreza e extrema pobreza na qual muitas famílias brasileiras se encontram através de um benefício mensal em dinheiro que é repassado diretamente para essas famílias.

1

BOLSA FAMÍLIA 2016: REGRAS

Bolsa Família 2016: Regras

Para poder ter a chance de ser beneficiado por um dos programas de distribuição de renda mais ambiciosos de todos os tempos e, assim, melhorar a situação de vulnerabilidade econômica de sua família, é necessário estar ciente de algumas regras. Vamos saber melhor sobre elas a seguir.

Renda

O principal requisito para participar do Bolsa Família 2016 é a renda. Se você não tiver crianças, adolescentes ou gestantes em sua família, precisa ter uma renda mensal de, no máximo, R$ 77,00. Por outro lado, se você tiver, sua renda precisa estar em R$ 77,01 e R$ 154,00 para que sua família seja elegível a receber ajuda do governo através do programa.

Cadastro Único

Outra exigência do programa é que a família tenha os seus dados inseridos no Cadastro Único. Esse Cadastro Único, também conhecido como CAD, é a porta de entrada para diversos programas de distribuição de renda do governo, incluindo o Bolsa Família 2016.

2

O Cadastro Único é uma enorme base de dados do governo que armazena informações sobre as famílias mais pobres do país e, com base nessas informações, determina se elas poderão ser incluídas em programas assistenciais.
Importante: cadastrar sua família no Cadastro Único não implica na inclusão automática no Bolsa Família 2016, visto que o governo irá analisar todos os cadastros para decidir o que fazer.

Para inserir as informações de sua família no Cadastro Único e, assim, poder concorrer a uma vaga no programa Bolsa Família 2016, você precisa se dirigir ao CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) de seu município. Clique aqui para visualizar o mapa e encontrar a unidade mais próxima de você.

Algumas unidades do CRAS trabalham com calendários de agendamento para o Cadastro Único. Assim, depois de visualizar o mapa, recomendamos que você entre em contato com a unidade escolhida e se informe sobre o período de inscrições no CAD.

Bolsa Família 2016: Valor do Benefício

Como pudemos observar, as regras do Bolsa Família 2016 não são tantas assim. Nesse ponto, é possível que você esteja se perguntando sobre o valor do benefício.

BOLSA FAMÍLIA 2016: REGRAS

Esse valor é variável. O governo analisa a situação de cada família de forma totalmente individual e, então, determina o valor da bolsa de acordo com seus critérios. Fatores como renda, município, quantidade de membros na família e idade dos membros influenciam na decisão.

Assim, não temos como prever os valores do Bolsa Família 2016, mas podemos ter como base o valor do benefício em 2015, que variou de R$ 143,57 a R$ 236,47.

Fique de olho em nosso blog. Assim que houver novidades, divulgaremos em primeira mão.

26 Responses to “BOLSA FAMÍLIA 2016: REGRAS”
  1. isaias neri rodrigues
  2. Andre
  3. Kaka
  4. Andrea
  5. Nahima
    • Patriota
      • MARINA MENDES SIMÕES
  6. Patriota
    • Elizete dias
    • Celso
      • Tony
  7. Adriele Brazao
    • Eliane Rodrigues
  8. nise
  9. Rafael
    • Meriele
  10. aluisio
  11. delmo
  12. carla
  13. Anailda
  14. Claudinei Benevenuto Dos Santos
  15. Natália
  16. jamille silva
  17. Gelson

Alguma dúvida? Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *