BOLSA ESCOLA: O que é e como Funcionava

O Bolsa Escola foi um programa criado pelo governo federal em 2001 na gestão do então presidente Fernando Henrique Cardoso. O programa Bolsa Escola visava manter as crianças na escola sem a necessidade de trabalhar para ajudar os pais.

BOLSA-ESCOLA

BOLSA ESCOLA

Para poder se beneficiar do programa Bolsa Escola, as famílias tinham que ter uma renda beirando a pobreza, cerca de R$ 90,00 por pessoa, e a frequência das crianças na escola tinha que atingir a marca de 85%, no mínimo.

O programa contemplou cerca de 5 milhões de famílias que tiveram os seus filhos na escola em ensinos regulares e que hoje já estão formados.

A criação do programa Bolsa Escola ainda gera muitas polêmicas. Muitos dizem que o seu criador foi o presidente na época Fernando Henrique Cardoso, mas existem diversas controvérsias. Alguns alegam que quem de fato criou esse programa foi o então senador Cristovam Buarque que na época era o governador de Brasília.

Hoje em dia, o Bolsa Escola foi extinto pelo governo atual, que o incorporou ao programa chamado de Bolsa Família. No Bolsa Família, diversos outros programas sociais foram inseridos para que as famílias pudessem ter assistência em serviços de saúde, melhorando suas condições de alimentação e educação e, com isso, saindo de situações de extrema pobreza.

2

BOLSA ESCOLA: Como eram feitas as seleções?

Com o objetivo de manter as crianças na escola sem precisar trabalhar para ajudar os pais, o programa Bolsa Escola beneficiava as famílias com uma quantia em dinheiro para suprir as necessidades dos pais. Porém, para participar desse programa, as famílias tinham que estar enquadradas nos requisitos que eram exigidos pelo governo federal. Confira alguns deles.

  • A criança precisava morar no município da escola onde estudava há, pelo menos, uns 5 anos
  • A família precisava ter uma renda per capita de, pelo menos, meio salário-mínimo por adulto apto a trabalhar
  • As crianças deveriam ter entre 7 a 14 anos e estarem matriculadas regularmente na escola
  • A frequência da criança na escola deveria ser acompanhada pelo adulto responsável

BOLSA ESCOLA: Como eram feitos os acompanhamentos?

Na época, todo o controle de frequência do aluno na escola era feito pela Secretaria de Educação, que repassava esse controle para o governo federal que providenciava o pagamento dos valores para as famílias participantes.

Além desses controles de frequência, alguns outros acompanhamentos eram feitos e repassados para as secretarias de governo, como acompanhamentos psicológicos, de reforço escolar, médico ou qualquer outra situação que pudesse colocar a criança em risco.

3

BOLSA ESCOLA: Integração com o Bolsa Família

Como mencionamos, o programa Bolsa Escola foi integrado ao programa Bolsa Família com diversos outros programas de cunho social. Atualmente, você pode se candidatar a diversos programas que auxiliam as famílias de baixa renda e que queiram uma oportunidade de estudar.

O governo investe em programas que ajudam a manter os seus filhos na escola. Programas como o ProUni, Sisu, Sisutec, Pronatec e Educa Mais Brasil disponibilizam diversas bolsas de estudo chegando até a 75% de desconto.

BOLSA ESCOLA: Inscrições

Para se inscrever no Bolsa Família, siga essas orientações.

5 Responses to “BOLSA ESCOLA: O que é e como Funcionava”
  1. Carlos Roberto Dos Santos
  2. Lucimara
  3. fernanda ferreira da silva

Alguma dúvida? Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *